quinta-feira, 19 de março de 2009

INTELIGÊNCIA EMOCIONAL


INTELIGÊNCA EMOCIONAL

Porque é que algumas pessoas parecem dotadas de um dom especial que lhes permite viver bem, apesar de não serem as que mais se destacam pela sua inteligência? Porque é que nem sempre o aluno mais inteligente acaba por ser o que tem mais êxito? Porque é que umas pessoas estão mais capacitadas do que outras para enfrentar contratempos, superar obstáculos e ver as dificuldades sob uma perspectiva diferente?
Goleman apresenta uma teoria revolucionária que abalou os conceitos clássicos da psicologia, que davam prioridade ao intelecto. A nossa concepção da inteligência humana é estreita e não tem em consciência uma ampla gama de capacidades essenciais para viver bem e alcançar um desenvolvimento integral do ser humano. A inteligência emocional é uma forma de nos relacionarmos e interactuarmos com os outros e com tudo o que nos rodeia, englobando aptidões como o controlo dos impulsos, a motivação, a perseverança, a empatia ou a agilidade mental, que configuram traços do carácter, como a autodisciplina ou o altruísmo, e que resultam essenciais para conseguir uma melhor adaptação social.

Imgem da net
Do livro de Daniel Gleman


JC

29 comentários:

Philip Rangel disse...

O interessante que mistura com a psicologia ne...

abraços

prafrente disse...

"inteligência emocional" e "emoções destrutivas" são dois excelentes livros do Dr Daniel Goleman.O famoso QI passou a ter de partilhar a sua fama com o recente QE (Quociente Emocional)...

Um abraço

Efigênia Coutinho disse...

J Carlos Silvano
Gostei de ler sua postagem sobre "INTELIGÊNCA EMOCIONAL ".

Vivendo e sempre aprendendo algo a mais sobre tudo.

Postei uns versos em meus espaço POESIAS COM IMAGENS, desejava lhe convidar para ler, com admiração,
Efigênia Coutinho

neide disse...

JC, seu blog sempre mim faz pensar, refletir, gosto disso.
Agimos com emoção e por emoção, dependendo desse estado emocional tanto pode nos ajudar como atrapalhar em nossa desenvoltura perante a vida. Os confiantes emocionalmente tem mais chance de se sobressair que os inteligentes.

Vou procurar saber mais sobre Goleman.

Ah! Não esqueci o livro que me indicou de Faustino da Fonseca, é que estou um pouco sem tempo.

Tenha uma ótima quinta-feira.

Bjss amigo.

Nanda Assis disse...

desculpe o sumiço tava viajando e por isso n entrei nos blogs,

bjossss...

Angel disse...

É sempre interessante passar por aqui..acabo sempre por ficar embasbacada...a pensar no post..nem sempre se consegue ter essa inteligência..principalmente a nivel de impulsos..ainda tenho muito a aprender..;)um óptimo fim de semana e não me canso de agradecer...a tua presença regular no meu cantinho..um beijinho cheio de carinho e sempre com muitos Sonhos..claro..

Fábio Rodrigo disse...

Com certeza voce tem inteligencia emocional pra dar e vender...
Percebe-se através de sua escrita, de seus belos textos e de suas opiniões.
Feliz dia do Blogueiro...
E parabéns mais uma vez pelo post...
Abraço

Multiolhares disse...

A inteligência emocional, é muito importante para o equilíbrio do ser humano
Bj

pianistaboxeador21 disse...

sou professor e, como o texto diz, muitas vezes os alunos mais inteligentes são mais dificeis de trabalhar.
O eq1uilíbrio emocional é extremamente necessário para uma boa qualidade de vida.
Abraços,
Daniel

neide disse...

Parabéns pelo nosso dia do blogueiro.
Já estou mandando, ok?

Maravilhoso final de semana.

Bjssss

neide disse...

Li e assisti o vídeo de Gadeão, maravilhoso. Realmente a pedra filosofal tem uma letra incrível.
A parte que mais gostei...

" Eles não sabem, nem sonham,
que o sonho comanda a vida,
que sempre que um homem sonha
o mundo pula e avança
como bola colorida
entre as mãos de uma criança ".

Bjsss

Oliver Pickwick disse...

Não conhecia o termo "inteligência emocional". Mas tinha intuição que, em certos contextos, algumas características desta de fato são melhores motores que os da inteligência apregoada pelos iluministas.
Um assunto muito interessante.
Um abraço!

Palma da Mão disse...

Olá carlos, na minha humilde opinião, existem dois factores muito importantes no ser humano, com os quais a ciência, apesar de curiosa, não se preocupa muito, e não me parece sequer que haja muito trabalho de investigação acerca disso, primeiro, o lado do nosso cérebro ainda desconhecido, e com o qual não trabalhamos, o que faz esse lado?Em que pensa esse lado, seremos cem por cento massa?De onde vêm os sentimentos? De onde provém a nossa inteligência emocional? De onde provêm os nossos sentidos? Porque todos nós, salvo raras excepcões somos serer apenas compostos por massa, chamados de seres robotizados, que podem sim, e existem casos, ser tomados pela inteligência artificial, em que ao dizerem-nos sorri e chora, a reacção deste será ao da primeira ordem dada, ou consoante o tom de voz de cada uma, e a isso não se chama respeito(inteligência emocional), mas submissão(inteligência artificial), numa pessoa normalmente dotada da segunda, cabe muito pouco da primeira.
Mas estou certa de que um dia, todos nós seremos sim seres capazes de conjugar as duas, e quando isso acontecer, o mundo, aí sim estará perdido, porque ao sermos capazes de conjugar as duas, seremos também capazes de optar por uma, e subir uma simples escada em direção ao proveito de cada um, já não se fará de 2 em 2 degraus, mas de 3 em 3, caia quem cair...assusta-me...
Um tema de facto muito complexo, mas muito interessante.
Com um beijinho
Liliana

Palma da Mão disse...

:)obrigada pela visita, deixo sempre a porta encostada para quem deseja voltar, e é Carlos, e não carlos, rsrs,gostei do espaço, prometo bater antes de entrar, rsrs
Beijinho
Liliana

ParadoXos disse...

fiquei a conhecer...
felizmente os blogs têm essa função também e ainda bem que assim é!
este intercâmbio de conhecimentos!
obrigado por este tema!

forte abraço de respeito e amizade!

Claudia Goulart disse...

Já li um livro qu fala sobre isso.
Temos muito que aprender ainda no que se relaciona a inteligência. Antigos conceitos estão sendo colocados de lado. E eu gostaria de saber como fazer determinadas coisas, como superar obstáculos mais tranquilamente, não me estressar tanto com determinadas situações e por ai vai!

Obrigada pela visita e seu comentário no Cenário Atual!
Volte sempre!
bj

Adriana disse...

Um trecho que nos dá uma dimensão da importância de se relacionar bem, sem perder a identidade. Acho que o caminho é esse mesmo. Bj

paula barros disse...

Achei o livro muito interessante, mesmo não lendo todo. Mas fui compreendendo por experiência própria que estamos que está bem conosco para alcançarmos a inteligência emocional de forma mais adequada.

abraços

Vieira Calado disse...

Não conhecia a teoria.

Obrigado.

E já agora... a imagem é da nebulosa do Caranguejo.

Se calhar... dentro de milhares de milhões anos, das estrelas que dali se formarem

haverá planetas... com outras inteligências...

Um forte abraço.

Estações da Vida disse...

Meu amigo, no mundo de hoje, essa selva de pedra, em que as pessoas, com raras exceções, estão mais preocupadas com o TER do que com o SER,o mais importante é a capacidade do ser humano de se adaptar às tempestades, às tormentas da vida, saber ultrapassar as pedras, transpor os vendavais e seguir o seu caminho...Seria bom a inteligência aliada à capacidade de luta, de transpor barreiras...Gostei muito do tema. Parabéns pela escolha. Gosto de vir aqui, porque sempre aprendo mais consigo. Beijinhos.

Sylvia Narriman Barroso
www.passagensemarcas.blogspot.com
www.sylvianarriman.blogspot.com

dona tela disse...

E viva a Primavra, senhor Carlos!

neide disse...

JC
Passando para lhe desejar uma maravilhosa semana.

Bjssss

Rose disse...

JC,que bom que gostou do meu espaço.Achei o seu um cantinho bem aconchegante e com alto teor de inteligência.
Já virei sua fã.
Obrigada e volte sempre lá em casa, viu?
Bjs e boa semana.

Marlene Maravilha disse...

É verdade.
A inteligencia emocional é deveras importantíssima para o equilibrio do ser humano. Daria um grande tema para uma conferencia!
beijo grande e uma semana de bencaos!

Rui Caetano disse...

Essas inteligências são sempre interessantes.

Teté disse...

Faz todo o sentido!

Entre as outras, a motivação e a perseverança contam imenso para se pôr em prática planos ou objectivos, que a inteligência só por si não alcançaria...

Beijinhos!

Zica Cabral disse...

Até há pouco tempo, o conceito de inteligencia emocional era talvez o mais adquado para explicar as capacidades (ou a falta delas)do ser humano. Mas hoje em dia há mais uma serie de questões que se põem que nao dizem so respeito à, chamada, inteligencia emocional, mas que a englobam numa serie de acções mais abragentes.
Parabéns pelo seu blog,gostei muito
Um abraço
Zica

neide disse...

Oi JC, estou sentindo falta das suas belas postagens.

Bjss

BANDEIRAS disse...

Olá amigo,

Se todos nós fóssemos dotados de inteligencia emocional, seríamos com certeza, mais equilibrados.

Bjs