sábado, 18 de abril de 2009

AO PAI DE QUALQUER MENINO



AO PAI DE QUALQUER MENINO

Há olhos pequeninos que estão postos em si, e
o observam dia e noite,
Há pequenas orelhitas que captam rapidamente
tudo o que diz,
Há mãozinhas pequenas ansiosas por fazer
tudo o que você faz,
E um rapazinho que sonha
como o dia em que será como você.

É você o herói do pequenito, é
o mais sábio dos sábios,
No seu pequeno cérebro nunca surgem
suspeitas sobre si.
Ele acredita com devoção em si,
tudo o que disser e fizer,
à sua maneira, ele dirá e fará, quando for
crescido, como você.
Há um pequenito de olhos grandes que
pensa que você está sempre certo,
Tem os ouvidos sempre alerta e
observa-o dia e noite,
Todos os dias, você constitui um exemplo
em tudo o que faz
Para o rapazinho que está à espera de crescer
e ser como você

Excerto do livro “ A Melhor Maneira de Viver”
de Og Mandino
Imagem de autor desconhecido


JC

38 comentários:

Adriana Godoy disse...

Bonito, JC. O pai-herói, o pai-referência, o pai que zela. Traz lembranças de meu pai que já se foi, mas nunca deixou de ser meu herói. Beijo.

Iana disse...

Caro amigo

Que lindo poema, falando do Elo pai/filho... é um sentimento puro e verdadeiro... Parabéns pela escolha!

PS: Pois é amigo a vida foi cruel mas agora vou vivendo com um pouco mais de esperança... O importante é que ele esta vivo e é feliz... :) Um dia Deus me dará a oportunidade de reve-lo. Obrigada pelo seu carinho!

Beijos e um bom sabadão
rosa amiga
Iana!!!

Oliver Pickwick disse...

Como sou pai de dois meninos, sempre penso nisso, mas não custa ser lembrado.
Bonita poesia.
Um abraço!

prafrente disse...

JC, a socialização do bébé começa em primeiro lugar na sua relação com a mãe; gradualmente a qualidade dessa socialização depende do bom relacionamento entre pai e mãe dado que o bébé consegue"assimilar" as nuances emocionais dos progenitores.
Os meninos,por uma questão hormonal, a produção de testosterona,e também por uma questão cultural, são "moldados" á imagem e semelhança do pai.
E cada pai vê no filho "macho" um prolongamento de si próprio e sobre ele projecta as metas que ele próprio, como pai, nunca conseguiu alcançar.
Mas JC, esta fase "idílica"em que nós como pais contemplamos embevecidos os nossos meninos que imitam cada gesto nosso e sentimos o peito "inchado" de orgulho, mais tarde ou mais cedo vai "desaguar" no mar do confronto e até da hostilidade.E tantas vezes nós pais não sabemos gerir adequadamente essa fase.E tantas vezes surgem situações dolorosas mas inevitáveis, como um divórcio e o nosso menino, agora já a caminho da "adultez"rejeita o pai heroi...e isso é tão duro...

Nos somos eternos aprendizes nesta escola da vida.É por isso que na maioria das vezes somos melhores pais, enquanto avós, do que o fomos enquanto pais.

Mas não desanimem: a vida é feita de encontros e desencontros!Com muitas lágrimas pelo meio...porque um pai também chora...

Um abraço

Menina do Rio disse...

Ao pai de qualquer menino; o menino e a todo e qualquer menino, a certeza da mão que segura e encaminha...

Um beijo

Zica Cabral disse...

não gosto de citar post mas tenho que fazer justiça às palavras sábias do nosso amigo Zé (prafrente).
É assim mesmo, o Pai Heroi às vezes deixa de ser Pai-heroi. Normalmente na adolescencia e, se outras coisas não se meterem de premeio (situações de guerra aberta entre os progenitores e de jogos com as crinaças virandio-os contra o elo mais fragil) depois de adultos eles voltam a ver o Pai como heroi, já não tanto o ser sobrenatural que tudo pode e consegue, mas sim o Humano carinhoso - mas com defeitos - que sempre procurou ser.
O meu Pai, continua a ser o meu heroi e, embora já falecido há 16 anos, continua vivo dentro de mim.
Um beijinho
Zica

pianistaboxeador21 disse...

O pior é que nós não somos perfeitos. e poederemos magoar e decepcionar muito este pequenino.

Belíssimo post. Me fez pensar muito no João Gabriel, meu filho maravilhoso de dois anos.

Obrigado por este post.

Abração

Secreta disse...

Um Pai é sempre um "mais que tudo" na nossa vida.
Beijito.

Amordemadrugada disse...

Bonito o poema
bgda por estar sempre por perto!
Boa semana e um abracito
já agora...Desculpe, mas gosto do modo como está o seu blogroll ...nao sei por! Como se faz!? assim com o link e a foto dos amigos!?
Desculpe
Beijito

Palma da Mão disse...

Que lindo, não conhecia,mas de facto o papel de pai e filho, deveras importantes sim na formação do ser humano, menino hoje, homem amanhã...
Obrigada meu amigo, e as melhoras:)
beijinhos e uma rosa com cheiro de jasmim
Liliana

Teté disse...

Era bom que todos os pais se lembrassem disso, mas, infelizmente, não é bem assim!

Gostei do poema!

E o Zeca está em 'stand-by' para o 25 de Abril...

Beijinhos!

António Gallobar disse...

Um belo poema, gostei para um filho o pai é uma figura incontornavel, por mais mãe que haja cada um tem o seu papel na vida da criança. Parabens

Abraço
Antonio Gallobar

Maria Dias disse...

Oi Amigo...

Sim é mesmo verdade, somos um espelho para nossos filhos e devemos nos preocupar com nossos atos!

Muito bom poder refletir lendo este texto.

Beijinhos

Maria

Estações da Vida disse...

Lindo, lindo, lindo! E viva todos os pais do mundo! Beijinhos.

Estações da Vida disse...

Lindo, lindo, lindo! E viva todos os pais do mundo! Beijinhos.

mundo azul disse...

_________________________________


...sim! Crianças se espelham nos pais... Felizes os que tem um bom modelo!

Gosto muito de Og Mandino...Faz tanto tempo que não o leio...


Beijos de luz e o meu carinho!

_________________________________

neide disse...

Oi JC
Também acredito em amor à primeira vista... Mas comigo foi na primeira conversa, a simpatia me conquistou na hora.

Tenha um ótimo dia.

Bjss

Céu Vieira disse...

Lindo poema!

Luciana Negreiros disse...

Olá

Retribuindo a visita muito obrigada por ter gostado do meu Blog pode ter certeza que é feito com muito carinho e dedicação, olhei o teu e gostei, pois gosto de conhecer novos Blogs, sempre que puder apareça será bem vindo.

Abraços

Palma da Mão disse...

Oi meu amigo, vim agradecer a visita e o, sempre, belo comentário,obrigada pelo carinho.
Beijinhos
Liliana

Ana disse...

Um texto fantástico que define o olhar de uma criança observando os exemplos que lhe são dados.
O meu pai foi fantástico e deu-me grandes exemplos que não me esqueço mais.
Agora tenho o meu Guga que emita o pai em tudo, aquele meu neto até os tiques do pai emita. É um óptimo observador.
Adorei!!!
Beijinhos

Rose disse...

Lindo!!!!!

BANDEIRAS disse...

Olá amigo,
Venho retribuir a visita e encontro cá esse texto maravilhoso.

Para mim, meu pai sempre foi meu porto seguro.

Bjs

Menina do Rio disse...

Relendo-te e deixando meu beijo

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Ser pai é responsabilidade para a vida inteira:nossos filhos na maioria dos casos,serão o que perceberam em seus pais,em seu pai!

Uma beleza de reflexão!!!

Todo zelo é pouco para os nossos pequenos!!!

Deus guarde nossos filhos e nos dê sabedoria para guiá-los!

Um beijo com carinho!Sonia Regina.

Angel disse...

Um miminho este poema...boa escolha..passei para deixar um beijinho sempre cheio de Sonhos...

O mar me encanta completamente... disse...

O pai é referência, é exemplo, é espelho.
Belíssimo em toda a sua extensão,
em cada verso, em cada imagem criada.
O amor está presente em cada linha
cada verso...

Beijinho JC!

Glória

Marcia Barbieri disse...

O pai é uma referencia indiscutível para o menino,o menino é o pai de amanhã.

bela escolha

beijos ternos

.: Phoenix :. disse...

Oi JC!
Vim agradecer sua visita.
Desculpa pelo texto bomba que encontrou no meu espaço. Espero que não tenha se assustado com o que leu. No meu "normal" não choco tanto. Rs
Abraços e seja sempre muito bem vindo.

Baby disse...

Linda esta homenagem aos pais!

Lindas as palavras que deixaste no Barlavento.
Obrigada, J.C.

Beijinhos.

Fa menor disse...

"Filho és, pai serás"...

Os olhos pequeninos estão postos nos ídolos que lhes dão o exemplo que hão-de seguir.
É bela e nobre a tarefa de um pai. Assim muitos o soubessem ser!

É um poema belo que nos faz meditar...

Bjs

Efigênia Coutinho disse...

JC, hoje você arrancou pequeninos cristais dos meus olhos, que rolam face abaixo, que momento sublime ler seu post.
Efigênia Coutinho

Multiolhares disse...

Por tudo o que o poema fala, trazer uma criança ao mundo é uma responsabilidade e para toda a vida, e hoje em dia vimos as crianças a crescer sem a transmissão de valores,muito solitárias, muito egocêntricas,os pais não tem tempo nem paciência para dedicar o tempo que as crianças necessitam, enfim é o mundo que temos, que não combina com as necessidades e expectativas desses olhos que nos olham como heróis
beijo

VANUZA PANTALEÃO disse...

Boa noite, JC!
Agradeço-lhe a gentil visita e devo dizer-lhe que essa mensagem do Og Mandino nos demonstra a importância inequívoca da imagem paterna.
Fraternal abraço!!!

Maria João disse...

JC

Em primeiro lugar, venho agradeçer a tua visita aos meus "pequenos detalhes" e a gentileza das tuas palavras.

Cada frase do texto que publicas, deveria ser lida e reflectida por todos aqueles que desejam ser Pais, como uma carta aberta do filho que ainda não nasceu.

É que o exercício da parentalidade é algo tão belo quanto complexo. Poucos são aqueles que um dia, quando decidem ser Pais, têm completa consciência do compromisso e da responsabilidade que pertendem assumir.
Ser Pai ou Mãe tem de ser muito mais do que um desejo...

Tocam-me particularmente os temas que publicas...
Um abraço
Volta sempre, quando quiseres. Podes estar certo que farei o mesmo!

prafrente disse...

Jc bom fim de semana...

Um abraço de Leiria

CLAUDIA GOULART disse...

Nosso meninos e meninas precisam de pais que deem bons exemplos, que tenham valores éticos e muito amor para dar!
Belo texto!
bjs

Philip Rangel disse...

Pai é pai ne..proteje seu filho por todos os perigos...


abraçao