quarta-feira, 22 de julho de 2009

CÂNTICO DO AMOR


CÂNTICO DO AMOR

Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o címbalo que retine.
E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria.
E ainda que distribuísse todos os meus bens para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria.
O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não se vangloria, não se ensoberbece, não se porta inconvenientemente, não busca os seus próprios interesses, não se irrita, não suspeita mal; não se regozija com a injustiça, mas se regozija com a verdade; tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.

O amor jamais acaba; mas havendo profecias, serão aniquiladas; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá; porque, em parte conhecemos, e em parte profetizamos; mas, quando vier o que é perfeito, então o que é em parte será aniquilado.
Quando eu era menino, pensava como menino; mas, logo que cheguei a ser homem, acabei com as coisas de menino. Porque agora vemos como por espelho, em enigma, mas então veremos face a face; agora conheço em parte, mas então conhecerei plenamente, como também sou plenamente conhecido. Agora, pois, permanecem a fé, a esperança, o amor, estes três; mas o maior destes é o amor.

(Paulo de Tarso)

Imagem da Net

JC

26 comentários:

Me chamo Maria Dias disse...

Eu concordo e muito acredito que só o amor salva.Maravilhoso o texto.

Beijinhos

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Belo texto!!

O amor tudo pode sem que se orgulhe disto e aí está a sua força!!

Um beijo!Sonia Regina.

Paulo disse...

. querido amigo JC

o amor é um transporte da alma para o infinito.

uma presença muitas das vezes aparentemente ausente.

a essência ao peito por excelência.

o verbo, enquanto modo.

. abraço-TE .
. um bom resto de semana .

Marta disse...

Um texto interessante..
O amor é simplesmente o amor...
Obrigada pela visita ao meu blog.
Até já
Abraço
Marta

Adriana Godoy disse...

JC, um cântico ao amor, um regalo para a alma. Muito bonito. beijo

Deusa Odoyá disse...

Olá me querido amigo JC.
Um lindo e sensível hino ao amor.
A musica nos transporta ao infinito de nossa alma.
Lindo, puro e maravilhoso texto.
Adorei...
Um reflexo de pensamentos.
Uma semana de muita paz, amor e luz.
Que Deus possa sepre abençoar seus caminhos.
beijinhos doces, meu querido amigo.
ReginaCoeli.
Fique na paz.
Obrigado por sus visitas a meu cantinho.

prafrente disse...

JC, gosto muito dos escritos que Paulo de Tarso dedicou ás primeiras comunidades cristãs á volta do mediterrãneo.A carta que mencionas era dirigida á comunidade de Corinto, uma cidade Grega, cujo porto marítimo fazia a ligação entre Roma e o Oriente.
Mas na referida carta ( 1 corintios 13, 1-13) a palavra "amor" é traduzida como CARIDADE.Presentemente falar em CARIDADE pode assumir uma interpretação algo mal compreendida porque foi durante séculos uma forma de os mais ricos dominarem os mais desfavorecidos.Ou uma forma mal disfarçada da Igreja exercer socialmente a sua influência religiosa com vista a manter o rebanho "coeso" á sombra da hierarquia romana.Sendo eu católico prefiro utilizar palavras como SOLIDARIEDADE, DOACÇÂO, ENTREGA...que contêm em si mesmas a génese do AMOR...porque este AMOR deve ser orientado para todo o ser humano, seja ele ateu ou religioso...

Mas, independentemente de todas as análises teológicas ou sociais, concordo plenamente contigo: O AMOR, qualquer que seja a forma que ele assuma, é o único sentimento que dá sentido á vida.

Um abraço e bom fim de semana

mundo azul disse...

________________________________


Esse é um dos meus textos favoritos!

Acho lindíssimo...Obrigada, por compartilhar!


Beijos de luz e o meu carinho...


_________________________________

Laura disse...

Saulo, Saulo, porque me persegues!... Eis a falha de Paulo de tarso...Porque não havia amor dentro dele, mas, sómente o cargo de alto Oficial do Exército! Mas ele ajoelhou na terra quente, secaram seus olhos para que pudesse ouvir a voz do AMOR Maior... E Paulo acreditou, e vontade do Senhor, fez-se!...

Amor, doce ternura
que me envolve a todo o momento
amor que Deus nos deu para que vivamos a vida, docemente...

Um abraço da laura..

Amordemadrugada disse...

Bom fim de semana JC
Besito doce e muita luz

Giane disse...

E sem Amor, nada seríamos.

Beijos mil, JC!!!

Martinha disse...

A nossa vida é guiada pelo amor. Seja por quem ou pelo que for, se não tivermos amor presente em nós, não conhecemos sentido para viver.
Gostei do texto. :)
Beijo *

Luana disse...

Que texto maravilhoso!!!
O que seria do mundo se não houvesse amor? O que seria das relações interpessoais se o amor não existisse?
Embora tenhamos motivos para desacreditarmos na existência deste sentimento maravilhoso, ainda em meio à tanta guerra e desavença, ele existe! Basta prestarmos atenção nos pequenos gestos...

Bjinhos!

Vieira Calado disse...

Um texto espectacular, sem dúvida!

E a música...

também de 1ª qualidade.

Um forte abraço.

Úrsula Avner disse...

Olá meu caro, estou passando rapidinho para conhecer seu espaço e agradecer a gentil visita. Depois retorno com mais calma. Um abraço com carinho.

Maria João disse...

JC

Não fosse o amor uma das principais motivações humanas, e já não existiriamos...

Excelente texto!
Um beijinho

Marlene Maravilha disse...

1Cor. 3.1-13.
Este é um dos mais belos textos da Bíblia Sagrada. Palavras de sabedoria. Maravilhoso seria se pudessemos coloca-lo em prática. Seria bom demais para a humanidade.
Fiquei feliz pela visita! Eu realmente notei a tua falta!
Beijo e uma semana de bencaos e vitórias!

Dri Viaro disse...

Já estou de volta e o blog tb agora com as atualizações diárias, boa semana
bjs

Secreta disse...

"O amor jamais acaba" ... jamais...!

Paulo disse...

. amigo ,,,

. espero um post nov.íssimo ...

. em folha ,,, por aqui ...

. :)

. abraço.TE .
. bom fim de semana JC .

Efigênia Coutinho disse...

J Carlos Silvano, belíssima postagem, o Amor sempre será cantando de todas ás suas formas plenas,
saudosamente,
Efigênia Coutinho

Amordemadrugada disse...

E por onde andará o senhor JC!?
Ferias, ne?
diverte-te
besito meu amigo

Maria Dias disse...

Oi amigo,

Está tudo bem com vc?Está sumido dê notícias!

Abraços

Maria

prafrente disse...

Olá JC, como vai esse mar aí das redondezas?

Um abraço e um bom Domingo

f@ disse...

A LÍNGUA DOS Homens mtas vezes pode ser um cântico… quase uma oração quando o misté®io da cor tem o som e a fé no en canto do © o r ação… o amor e a verdade daquele instrumento musical de cordas inquebráveis que !nvade o silêncio…

!menso beijinho

Menina do Rio disse...

Perfeito!