domingo, 17 de maio de 2009

FORÇA DE VIDA


FORÇA DE VIDA

Sempre que cometer um erro ou sempre que a vida o derrubar, não fique muito tempo a pensar nesse assunto. Os erros são o modo que a vida tem de o ensinar. A sua capacidade de cometer asneiras ocasionais é inseparável da sua capacidade de alcançar os objectivos a que se propõe. Ninguém consegue ganhar sempre e os seus fracassos, quando acontecerem, fazem simplesmente parte do seu crescimento. Livre-se das suas asneiras! Como pode saber quais são os seus limites se não tiver ocasionalmente um fracasso? Não desista nunca. A sua vez chegará.

Do livro “A melhor maneira de viver”
Og Mandino

34 comentários:

Estações da Vida disse...

Olá, JC. Concordo com tudo o que aqui está escrito. Diz Osho: " Esteja pronto para tomar responsabilidade pela sua própria miséria, alegria, negatividade, positividade, inferno e paraíso. Quando essa responsabilidade é entendida e aceita, mudanças começam a acontecer. Esteja aberto a uma nova possibilidade".
Na prática, não é nada fácil agir assim, mas as vicissitudes da vida nos ensinam, com o tempo...
Beijinhos.

BANDEIRAS disse...

Bom dia amigo,

Já me martirizei muito, cada vez que cometia um erro, mas percebi que não leva a nada, muito pelo contrário, me fazia sofrer e empacar no tempo, daí esquecia de como consertar aquele erro cometido.

Somos passíveis de erro, somos humanos, mas inteligentes o suficiente para nos responsabilizar por eles e dai criar meios de consertá-los.

Bjs e um bom domingo.

Adriana Godoy disse...

JC, você sempre descobre textos que nos ensinam ou reafirmam ideias e sentimentos. Bonito e pertinente. beijo.

Paulo - Intemporal disse...

JC

tão verdade como esta presença aqui

[...]

e não sendo possível voltar atrás, des.tecendo os erros do passado, os quais [no meu caso, severamente ir.reversíveis] olhar em frente será sempre o caminho

[...]

e os que permanecessem no nosso trilho, que teimam na melodia dos nossos passos, amam-nos des.mesuradamente

[...]

a esses, aqui presto a minha homenagem.

sem eles, nada faria sentido.

e seriam findos os dias à nascença.

abraço-TE JC, com amizade.

Oliver Pickwick disse...

E o que seria do sabor do acerto, sem a oportunidade do erro?
Um abraço!

Angel disse...

...dou-te toda a razão..mas o que fadiga...é o estar sempre presente..."a sua vez chegará"...acaba uma começa-se logo outra...nem sempre se quer a esperar a vez...quero que chegue naquele momento e pronto...devia ser assim...beijinhos grandes JC...uma semana muito boa para ti..

Teté disse...

Absolutamente de acordo com a citação.

E adorei o quadro!

Beijinhos!

paula barros disse...

Oi,

Mesmo que eu fique triste, eu tento agir assim.

Uma vez passei um problema e descobri que no fim do tunel não tem uma luz, tem uma mola que nos impulsiona a quem se consegue chegar lá, e que a luz está em cima, bem em cima....na vida.

Um belo texto.

abraços

neide disse...

Querido JC, é errando que se aprende, amadurece e depois de um erro o acerto passa a ter outro significado... o do "sou capaz".

Tenha uma semana iluminada.

Bjsss

Multiolhares disse...

Eu costumo dizer se não conhecermos as coisas menos boas como podemos dar valor ao que de bom acontece, e depois é caindo que aprendemos a levantar-nos e isso fortifica-nos.
beijo

Martinha disse...

«Os erros são o modo que a vida tem de o ensinar.»

Ora nada mais verdadeiro! Afinal, o nosso crescimento real ocorre quando somos capazes de ultrapassar os erros que cometemos. Ninguém nasce perfeito e ensinado, e por vezes os nossos obstáculos superados incluem fracassos pelo caminho.

Gostei. :)
Um beijo *

amordemadrugada disse...

vim deixar um abracito e um obrigada por empre me visitar

Maria João disse...

A dualidade faz parte da nossa vida, sem ela não seria possível tomar consciência do que somos, do que queremos e do não queremos.
Crescemos a errar e a emendar os erros..assim, vamos encontrando o caminho certo.
Não admitir isso é desistir de viver!

Um beijinho

Fa menor disse...

Sim, os erros ajudam-nos a crescer.
Só que, por vezes, só aprendemos à força de muito errar... não aprendemos com o primeiro erro. Quantas vezes a nossa tendência não é para cair sempre nos mesmos buracos!?...

Mas é bom que nunca se dista e não se fique caído.

Bjs

Maria Dias disse...

Oi amigo...

Estou de volta com o Avesso.Descobri que nao consigo deixar minhas histórias para tras(acho q um blog nao tem volta viu?)da proxima eu deixo ele alí quietinho...rs...Sobre teu texto:Tenho tentado nao remoer as histórias mas antes preciso digeri-las...Tenho tentado fazer diferente por mim.Te aguardo no Avesso...

Beijos

Maria

Angel disse...

Amigo JC estou a passar para te deixar um grande beijinho com muitos carinho e agradecer...todas as tuas palavras no meu espaço a Amizade que demonstras-te...que a tua vida seja repleta de Felicidade e Sonhos sempre...=)

Amordemadrugada disse...

olá
e entao! Veio à Figueira?
O mar está lindo JC!
Ah...tb sou Virgem...de signo..como voce lol
abracito

Marlene Maravilha disse...

Os fracassos estao aí para serem mesmo vencidos e a grande verdade é que nao conseguimos ganhar sempre mesmo. Mas temos que seguir em frente!
Poucas palavras dzendo muito!
Sinto tua falta!
beijo grande! Feliz FDS!
Linda música!

neide disse...

JC, passando pra te deixar um beijo e o desejo de um feliz final de semana.

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

É preciso aprender a caminhar deixando as malas pelo caminho para que possamos ter mãos e forças para apreendermos as novidades que nos chegam a cada momento!

Beijos.amigo!

Sonia Regina.

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Zica Cabral disse...

Este texto que postou esta certissimo. Fazer erros é proprio da natureza humana, faz parte da aprendizagem. Só há que não os repetir. Não concordo que se devam esquecer, devemos lembrar os nosso erros para os não repetir mas não devemos repisar a nossa culpabilidade ou desistir de fazer as coisas certas só porque os cometemos.
Um beijinho grd e amigo
Zica

Deusa Odoyá disse...

Olá meu doce amigo.
Um belo texto de reflexão.
Errarmos faz parte do nosso aprendizado.
Hoje cai , amahã vc. verá que o tombo é menos dolorido.
E assim é a vida, aprendendo e ensinando como devemos compartilhar com ela.
Uma semana de muita paz, amor e luz.
Beijinhos doces, meu amigo.
Regina Coeli.

Rosana disse...

Olá JC, sem sombra de dúvida, não importa se fracassamos ou não, nem quantos tombos a vida pode se atrever a nos dar, o importante é estarmos sempre dispostos a recomeçar, obrigada pela visita, uma semana abençoada a vc, beijo no seu coração!

Dri Viaro disse...

Vim conhecer seu blog e desejar boa semana

aguardo sua visita :)

bjs

Amordemadrugada disse...

Ola
Espero que o Mar hoje esteja pouco Revolto
JC
Um abracito, amigo

Dri Viaro disse...

Bom dia !!
bjs

Laila Braga disse...

O famoso "meter os pés pelas mãos" é gostoso fazer isso... muito gostoso...

Secreta disse...

Sempre que caimos , devemos nos levantar rápidamente.
Beijito.

BANDEIRAS disse...

Passando para te deixar um beijinho.

Dri Viaro disse...

Bom fds Carlos
bjs

dona tela disse...

Calcule que hoje estreei-me a escrever crónicas. Deu-me para isto...

Respeitosos cumprimentos.

f@ disse...

Se escutares o ruído dos erros saberás o sabor da alegria e da paz… do amor das estrelas cadentes no abismo …
...
e como brilha e esse brilho dá nos dá asas de pássaro …

Um sopro e um beijinho imenso

f@ disse...

obrigado pela divulgação da minha pintura...
beijinhos